Como descobrir se um suplemento é original?


Descubra aqui como você pode descobrir se um suplemento é original!

Para os que procuram um corpo saudável não é demais lembrar que além de atividade física e alimentação adequada, os suplementos alimentares são aliados indispensáveis quando bem indicados e utilizados, contribuindo para a melhora da saúde física e mental e consequentemente, para o aumento da autoestima e do bem-estar.

Suplementos falsificados são um perigo à saúde, uma vez que não existe garantia de que o produto contenha fielmente o que o consumidor pretende utilizar. No Brasil é alto o índice de falsificação. Daí por que, é importante que os novos consumidores aprendam a diferenciar o suplemento original daquele falsificado. Para ajudar na escolha, apontamos alguns cuidados que auxiliam na verificação da procedência e autenticidade do produto, conforme exposto a seguir.

Atenção na embalagem: empresas honestas não descuidam do armazenamento do suplemento. Os fabricantes geralmente investem muito na imagem do produto. Por isso, eles produzem rótulos chamativos, coloridos e bem-feitos. Comparar as cores da embalagem que ilustra o site original com aquele que está sendo comprado é muito útil. Identificar se o lacre é forte e bem aplicado, se está intacto, deve ser objeto de atenção. Quanto ao rótulo, não deve ter sinais de remoção ou recolocação. Esses cuidados devem se estender, também, se não houver dúvida da origem do produto. Resumindo, atente para a presença de defeitos na impressão dos rótulos, nos lacres e irregularidades nas cores. Normalmente, os falsificadores não procuram dar muita qualidade a esses quesitos.

Preço: produtos importados custam mais caro que os nacionais e isso decorre das taxas de importação, portanto, cuidado se o suplemento for oferecido com preço muito menor que aquele praticado no mercado. Produtos falsificados não apresentam ingredientes com a mesma qualidade daqueles utilizados nos produtos originais e, assim, eles são comercializados a preços abaixo do normal. Os melhores suplementos são feitos com as melhores matérias-primas e com melhor manejo na fabricação, isso, também faz com que sejam um pouco mais caros. Ao realizar a compra de um suplemento muito barato, o consumidor se arrisca a levar um produto com uma baixa qualidade de purificação e filtragem. Por isso, se um vendedor consegue negociar um produto com o preço mais baixo que o concorrente é melhor desconfiar.

Se depois de tomar os cuidados acima sugeridos, para avaliar a fonte do produto e concluir pela integridade da origem e o preço se apresentar muito abaixo da média, isso pode indicar, ainda,  que é o lote é proveniente de roubo, o que deve ser evitado por poder configurar crime de receptação. O ideal é buscar a melhor relação entre custo e benefício, obtendo um produto que vai trazer vantagem e que possua um preço que seja viável para o seu orçamento.

Qualidade do conteúdo: a saúde deve ser a preocupação principal do praticante de atividades físicas. Então, é aconselhável verificar se as características do suplemento correspondem àquelas constantes dos rótulos, tais como quantidade e/ou diminuição, substituição ou lesão dos componentes. É recomendável que a loja seja conhecida e em caso de dúvidas cheque informações em sites especializados. Especialistas em endocrinologia e medicina do esporte explicam que a utilização de suplementos falsificados pode resultar numa sobrecarga tanto hepática quanto renal, órgãos que geralmente são os mais acometidos por essas substâncias. O uso de creatina falsa pode gerar reações como o aparecimento de pedras nos rins e esteatose hepática, quando o fígado acumula gordura. O perigo pode ser agravado se o uso desses produtos é associado a alguma outra doença, como diabetes ou problemas de pressão arterial. Não há segurança quanto ao valor nutricional desses produtos que podem conter, por exemplo, muito sódio, o que não é ideal para os que sofrem de pressão alta. Já os diabéticos, que devem usar whey protein com uma quantidade baixa de carboidratos, podem ingerir um produto com alta concentração carbo. É de se destacar, também, que homens, mulheres, jovens e idosos têm diferenças no metabolismo e funcionamento corpóreo.

Informações sobre a importação:  suplementos podem ser produzidos em laboratórios clandestinos e as melhores falsificações tem embalagem, sabores e efeitos muito parecidos com os originais. Os produtos mais falsificados são os que tem muita procura, como proteínas, pré-treinos, compostos hormonais, termogênicos, creatina, entre outros. Então, como saber se o produto é original? Outra providência é verificar as informações constantes do rótulo, referentes à importação. Ele deve conter os dados do importador e caso ainda haja dúvida, verifique junto ao SAC da empresa o número do lote do produto, solicitando a confirmação de dados enumerados no rótulo do suplemento.

É importante lembrar de sempre guardar as notas fiscais, porque se a dúvida for persistente, o contato com os canais de atendimento das empresas é muito mais rápido e efetivo se o consumidor do suplemento alimentar dispuser das informações para identificação do produto sob pesquisa.

O cliente também pode solicitar que a loja faça o ressarcimento do valor que foi pago pelo produto, contatar o Procon ou até mesmo registrar um boletim de ocorrência em alguma delegacia. No caso de lojistas, além dessas recomendações, também é necessário fazer uma denúncia diretamente no site da Anvisa.

A variedade de marcas de suplementos disponíveis, nacionais e importados é grande e isso dificulta a escolha da loja para adquirir o produto, mas sites reconhecidos e de boa reputação não arriscam sua fama oferecendo produtos falsos. Assim, minimize os riscos procurando comprar de sites ou lojas conhecidas. Confira, também quem é o vendedor e só adquira de marcas conhecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *